-->

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Arranjo B-B-B

   Muito tempo sem postar, né? Mas estou aqui de novo! Então vamos às flores!
   Há alguns dias recebi um e-mail de uma irmã perguntando como fazer um arranjo sem gastar muito ( não sei se concordam, mas eu acho que o preço das flores ultimamente está um absurdo!).
   É bom esclarecer que arranjo bonito não é aquele com maços e maços de flores, cores e outros badulaques.....arranjo bonito, ao menos pra mim, é o ofertado com sinceridade (no caso dos arranjos feitos para a igreja) ou aqueles feitos para seu próprio prazer, lazer, satisfação pessoal (pra sua casa, seus amigos....).
   Outro dia mesmo fiz um arranjo para o púlpito e sobrou uma rosa...uma "única" rosa... e um pouco de junco. Abri as pétalas, coloquei em uma cestinha feita de fibra de bananeira e finquei o junco ao redor (pena que não fotografei!). Qual o resultado? Esse singelo "arranjinho", justamente por sua simplicidade, ficou mais evidente do que o arranjo maior. Moral da história: não há valor específico, depende da criatividade, dedicação e do seu desejo! A oferta é pessoal, experiência de cada um, a escolha das flores também. Cada um faz o arranjo gastando o quanto pode ou quer, desde que sua oferta seja sincera e de coração, ninguém tem nada a ver com isso.
   Tem de ter bom senso também, claro. Já ouvi coisas absurdas como: "Vou comprar qualquer coisa e você se vira pra fazer o arranjo." Ou então: "Vou te dar dez reais. Vê o que consegue comprar com isso, poque acho que não vale a pena gastar muito já que no final da semana vai tudo pro lixo mesmo."...Entre outras pérolas...rs. Pessoas assim podem gastar mil reais que o arranjo não fica bom, pois o coração está no valor e não na gratidão!   
  E pra acabar bem e mostrar que é possível fazer um arranjo Bom-Bonito-Barato, esse arranjo aqui foi feito com 4 gérberas, 4 ramos de tango, meio maço de junco e metade de uma peça de espuma floral. Total? R$ 15,00.
    Bjos.




  

Nenhum comentário:

Postar um comentário