-->

sábado, 30 de março de 2013

Um dia de PAZ!!!

" Nesta peleja não tereis que pelejar; parai, estai em pé, e vede a salvação do Senhor para convosco, ó Judá e Jerusalém; não temais, nem vos assusteis; amanhã saí-lhes ao encontro, porque o Senhor será convosco." II Cr 20:17

   Quando o lema do ano chegou pensei: "Senhor, o que quer dizer? Será um ano de batalhas ou vitórias?". Que pensamento o meu né, todos os anos temos batalhas travadas... afinal sem elas não há como proclamar as vitórias... Como já noticiei aqui, meu pai querido sofreu um acidente de carro... Aí começou uma verdadeira batalha...

   10 de março de 2013 - Participei da 3ª Grande Reunião, apesar da semana conturbada (falecimento de meu tio, internação de minha mãe) e um furúnculo extremamente doloroso e inflamado. Coloquei em meu coração que a dor na carne não me tiraria a benção de participar do evento. Hoje tenho certeza de que enquanto estava lá (e por estar lá) o Senhor me honrou sobremaneira e deu ao meu pai um grande livramento. Meu coração testifica isso... Cheguei em casa tarde, 23h 30min, cansada e com muita dor, mas feliz demais. À 1h 15min meu telefone tocou. Era meu irmão avisando que papai sofrera um pequeno acidente e que estava bem, mas precisava ser transferido do hospital de Santa Teresa para Vitória, pois lá não seria possível fazer todos os exames necessários. Passamos a madrugada lutando com o plano de saúde para liberar uma ambulância...
   11 de março de 2013 - Por volta de 10h meu pai chegou ao CIAS (Hospital da Unimed). Estava lá para acompanhá-lo. Exame daqui e de lá, espera pelo plantonista que não fica no hospital... não entendi a lógica disso, mas... e depois de quase 20 horas deitado sobre a prancha, com o pescoço imobilizado e muitas reclamações minhas, finalmente o médico chegou para avaliá-lo. Olhou seus exame e falou: "Se eu apenas tivesse visto os exames de seu pai, sem tê-lo visto se movimentando, diria que se tratava de um tetraplégico..." Minha cabeça girou. Continuou: "A lesão é muito grave, qualquer movimento pode seccionar a medula e deixá-lo sem movimento do pescoço abaixo. Precisa ser operado. Fazer ressonância. Ficar imóvel..." as palavras foram ficando distantes, eu escutava, mas não ouvia....
   Depois disso meu pai passou oito dias deitado no leito, com o pescoço imobilizado e na mesma posição. Achei que ele ia enlouquecer. E eu também... A cirurgia levou todo esse tempo para acontecer. Primeiro não podia ser feita por causa do remédio que ele toma, precisava passar o efeito. Depois a médica, única especialista no estado, que não tinha horário na semana. Tentamos, em vão, trazer uma de São Paulo com recursos particulares, mas a dita também não tinha disponibilidade. Esperamos. O relógio andou para trás...nunca vi uma semana demorar tanto para passar. 
   Por fim o dia chegou... 18  março de 2013...  A cirurgia ia durar umas 14h, mas encerrou com metade do tempo e com sucesso total. Pensei que o tormento tinha acabado ali. Não pude passar a noite no hospital, pois ele estava entubado, mas fui ao horário de visita no outro dia e quando cheguei lá ele se queixou comigo de dor no peito. Chamei o médico e o mesmo constatou que ele estava infartando. Depois disso vieram a espera por um cateterismo que constatou a necessidade de uma angioplastia... Foram dias difíceis, cansativos. Com autorização para permanecer com ele na UTI, meu marido e eu passávamos dias e noites lá, revezando.
   Gente, que batalha! Vencíamos uma, em seguida sobrevinha outra. Enquanto esperava a marcação da angioplastia, sentada ao lado dele na UTI e perguntando a Deus quando as provações findariam, o Senhor me fez lembrar o lema do ano. Tentei lutar, mas não percebi que a batalha não era minha... Ali, caí na real e vi todos os livramentos que o Senhor concedeu... nunca um lema fez tanto sentido pra mim... nesse momento também o Senhor falou que estávamos passando pela última etapa.
   Por fim, quinta-feira à noite, após dezoito dias de internação, dezessete deles na UTI,  papai recebeu alta!!! Aleluia! Ontem passamos um dia de paz... a mais doce paz... aquela que só pode vir do Senhor! Agora é esperar que se recupere totalmente. Ainda está um pouco fraco, com os movimentos dos braços melhorando gradativamente. Foi uma experiência intensa, mas hoje posso dizer que sou testemunha não de um, mas de vários milagres. 
   Com toda gratidão que existe em mim agradeço ao Senhor e aos servos devotados que colocaram diante de Deus a vida de meu pai em oração... tenho absoluta certeza de que fez toda diferença. Nós sentíamos isso... é inexplicável...
   Nossa rotina será aos poucos retomada e espero poder, ainda esta semana, postar no blog lindos arranjos que estão guardadinhos... Agradeço a compreensão e as mensagens de encorajamento que recebi nesse período, me trouxeram alento e renovação de ânimo. Este espaço, graças a Deus, só me traz alegria... espero que a vocês também! Um grande abraço, com toda minha gratidão!
   Beijos, Márcia Rocon

Mamãe, Papai querido...rs. e minha irmã, Myriam......É amor demais.... !


   

terça-feira, 12 de março de 2013

Meu desabafo....!!!

   Gente não está fácil....
   Quem me conhece pessoalmente sabe que não sou murmuradora ou resmungona, ao contrário, sou até muito otimista, mas hoje eu preciso desabafar, gritar, falar, escrever, CLAMAR....
   Sei que o Divina Flor é um espaço de cores e alegria, mas também é um espaço de amigos e me faz tão bem saber que o que escrevo aqui é lido por pessoas solidárias e gentis, detentoras de palavras animadoras que me fazem ter um pouco de alento nos momentos de dor e angústia. 
   Uma série de acontecimentos têm me esgotado ao extremo. Primeiro meu tio, que ficou um mês internado e apenas 14 dias após deixar o hospital faleceu. No dia seguinte aos pêsames, minha mãe precisou ser internada, pois estava com uma séria infecção urinária. Saiu do hospital no domingo pela manhã. Quando pensei que tudo estava bem, à noite recebi a notícia de que meu pai sofrera um acidente de carro. Ele está hospitalizado, sofreu uma lesão na coluna cervical e necessita de cirurgia para correção do trauma. Sua vértebra se deslocou e está pressionando a medula. Não vou nem dizer o que pode acontecer...
   O fato é que escrevo sempre com muita alegria aqui no Divina Flor, mas por um tempo deixarei a rotina de postagens. Se conseguir reunir ânimo para postar o farei, caso contrário peço um milhão de desculpas a vocês que tão carinhosamente enviam as fotos.
   A irmã Kelly Lovo, de São Gabriel da Palha, enviou várias fotos deslumbrantes, a irmã Jane também, mas ainda não consegui parar e me dedicar às postagens. 
   Me conforta saber que posso contar com a compreensão de todos. Não desistam do Divina Flor...rs... ele voltará a ser produtivo e alegre como sempre foi... eu prometo!
   Grande abraço a todos... se puderem intercedam por meu pai... e fiquem com a paz do Senhor!


"DÁ OUVIDOS, SENHOR, À MINHA ORAÇÃO E ATENDE À VOZ DAS MINHAS SÚPLICAS." Salmos 86:6

segunda-feira, 4 de março de 2013

Luto....

   Meu tio querido faleceu... Ele era alegre, falastrão, contador de "causos" e durante sua vida ajudou a família em todas as situações que podia fazê-lo.... Errou muito, como todos nós, mas também acertou muito. 
   Deixa para trás seu grande amor, minha tia Lourdes, que carinhosamente chamamos de "Maninha'', seu primogênito Eliton (há cinco anos atrás o caçula, Tarcísio, faleceu e meus tios nunca se recuperaram totalmente...) dois netos maravilhosos e um bisnetinho que é a graça da família. Além de uma saudade imensa...
   
“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação; Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.” 2 Coríntios 1: 3-4

Arranjo Elizeth

"Amo ao Senhor, porque Ele ouviu a minha voz e a minha súplica" Salmos 116:1

    Há sempre um motivo para agradecer ao Senhor...
   No caso da Elizeth, que reúne aqui na ICM Carapina Grande 2 e fez a oferta das flores,  na semana que passou foram dois: o aniversário do marido, Jessé, e o aniversário de casamento, "só" 21 anos de união! rsrsrs..... Uma vida, né... Por tudo que tem recebido e pelo amparo do Senhor não apenas em sua vida, mas de toda sua família, ela escolheu o texto do início da postagem.
   A Elizeth é muito engraçada....rsrs... toda vez que oferta as flores vai cedinho, toda empolgada, para a feira comprar as flores. Cores, variedades e tudo que ela acha bonito escolhe e compra, procura modelos na net para se inspirar, mas.... na hora de fazer o arranjo mesmo.... tem medo das flores.....hahahaha!!!
   Um dia, tenho certeza, ela fará um arranjo sozinha... já dei o endereço do blog para ela e falei sobre o "passo a passo" que fazemos aqui justamente para ajudar....rsrsrs..... e por falar em passo a passo o arranjo dela tem um, muito fácil! Vamos à ele? Beijos a todos e tenham uma semana diante do Senhor!

Material: 4 gérberas; 1 alpínia (nome engraçado popular de "cotonete de elefante"...não sabia, achei hilário....rs); 1 maço de alstromérias; 1 maço de áster; 1/2 maço de junco; mini papiros; ramos de murta; espuma floral.

Centralize o junco no floral e marque a altura do arranjo, que não pode ultrapassar 40 cm. Fixe a murta para esconder a parte baixa do floral. Disponha as gérberas em meia lua. Fixe a alpínia na lateral. 



Coloque as alstromérias em volta da alpínia. Preencha a base com o áster.


Disponha entre as alstromérias o mini papiros. Preencha toda base e a lateral inferior das gérberas com o áster. Preencha com mais alstromérias em volta da alpínia. Esconda o floral atrás do arranjo para bom acabamento.


Glorifique ao Senhor por mais um arranjo!!!


Sobraram alguns mini papiros e dois ramos de alstromérias e com eles fizemos um arranjo menor para ser usado na madrugada, gente, ficou um mimo só, lindinho demais!


sábado, 2 de março de 2013

Tesouros de Itaipu - P3

Nossos tesouros foram totalmente descobertos!!! Tenham um sábado abençoado e florido! Beijos!











sexta-feira, 1 de março de 2013

Tesouros de São Roque do Canaã - P3

   A descoberta dos "baús de tesouros" de São Roque do Canaã, ES, e Itaipu, MG estão chegando ao fim! Hoje, São Roque do Canaã, amanhã Itaipu... mas isso não quer dizer que as "minas não tem mais ouro"... kkkk.... tenho certeza que logo, logo novas preciosidades aparecerão por aqui! Beijos e tenham um ótimo final de semana!